sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Em casa ou no buffet?



Se você vai fazer uma festa de aniversário para o seu filho, a primeira coisa para decidir é onde: em casa ou no buffet? A partir dessa decisão os preparativos começam. Tenha em mente quanto pode gastar e leia o texto abaixo para fazer a melhor escolha.

Em casa
É com certeza a opção mais trabalhosa. Você vai ter que pensar em tudo: comida, decoração, diversão para a criançada e a limpeza depois da festa. Mesmo que você contrate todos os serviços, inclusive uma organizadora, sempre sobra alguma coisa pra você. Afinal, a casa é sua.

Mas a festa em casa não tem só desvantagem. Você não precisa ficar presa aoss horários 12h ou 18h dos buffets. A festinha pode começar, por exemplo, às 15 h e você não precisa se preocupar em servir almoço nem jantar, só petiscos. Outra vantagem é o custo, que costuma ser mais barato que no buffet. Quanto mais trabalho você tiver, mais barato fica. À medida que você vai contratando serviços e profissionais o preço sobe.

Mas não quero deixar você pensar que não dá para fazer uma festa em casa sem enlouquecer, se tudo for feito com antecedência e planejamento, dá para organizar a festinha no meio da vida louca que a gente leva.

Siga os passos:
Primeira coisa a fazer saber quanto você pode gastar e uma lista dos convidados. Faça as contas de quantos adultos e quantas crianças. E qual a idade média das crianças. A partir dessa lista fica mais fácil escolher a comida, bebida e o tipo de diversão que você vai ter que providenciar.

Comida:
Uma boa opção para comida são barraquinhas de pastel, hambúrguer, mini pizza, pipoca e mais outras opções super calóricas e deliciosas. Elas ficam espalhadas pelo jardim ou varanda e os convidados se servem à vontade. Não precisa de garçom, nem esquentar a comida. Tenho uma ótima indicação, o
Buffet Banana Azul. Já fui em duas festas que eles fizeram e estava uma delícia.
Eles também têm salgadinhos e oferecem outros serviços como aluguel de brinquedos e Bartender.

Outra opção é fazer os tradicionais salgadinhos: coxinha, bolinha de queijo, empadinha e cia. Mas você tem que pensar como vai esquentar e como vai servir.

Se você quiser inovar pode optar por um cardápio diferente como crepes ou pizza se a festa for no final da tarde. As dicas para pizza são a
Sabor Del Picchia, Dei Cugini, o Buffet da Pizza , Pizza Bros e para os crepes é o Gini Le France, Crepe Maravilhas, Crepes Requinte, Bom Crepe, Sweet Pepper . Essas opções são mais indicadas para festas com muitos adultos e adolescentes.

Para descobrir outros endereços é só acessar o site da
Revista Festas que tem tudo dividido por categoria. Acesse as categorias Barraquinhas, Buffet Domiciliar e Salgados.

O bolo e os docinhos:
Não existe festa de criança sem bolo e docinhos. Eles podem ser feitos em casa, que dá um trabalho absurdo, ou encomendados. A conta são 100 docinhos pra cada 35 pessoas. O bolo não precisa ser muito grande porque muita gente não come. Se você quiser pode até fazer um bolo decorado. Lá vão alguns profissionais:
Sandra Betinassi, Patrícia Schmidt, Isabela Suplicy, Flavia Labecca, Seli Rigazzy, Samira Galisi, Maria Iraíldes, Carolina Prada, Caramelada, Luana Massi, Mariza Doces, Tereza Nigri, Mog e Mug e Rosane Ribeiro.

No site da Revista Festas têm mais opções procure a categoria
Bolo e Doces.

Bebidas:
Para as crianças: água, refrigerante e suco. Tudo em copo descartável. Faça a conta de 2 latinhas de refrigerante por criança e um litro de suco para cada 4 crianças.
Para os adultos: cerveja (4 latinhas por pessoa), prosseco ou vinho branco (1 garrafa para cada 3 pessoas) e uísque (uma ou duas garrafas é suficiente). Isso é só uma média. Se tiver mais mulher do que homem, mais prosseco. Do contrario aposte na cerveja e no uísque. Um bom lugar para comprar bebidas alcoólicas é no
Rei dos Whiskys. Você pode comprar pela Internet, mas na loja têm mais opções. O preço é excelente.

Você pode também montar um buffet de caipirinhas. Muitas empresas prestam esse serviço. Minha indicação é a
Medison’s Bartender.

Algumas pessoas, por princípios, não servem bebidas alcoólicas em festas infantis. Cada um é cada um.

Para acomodar as bebidas, o melhor são grandes recipientes com gelo no sistema self-service. Ou contratar uma equipe de garçons para servir. Algumas empresas também alugam esses recipientes.

Lembre-se de colocar para gelar logo de manhã ou no dia anterior.

A decoração:
O mais comum é escolher um tema. Mas não é uma regra, você pode fazer tudo colorido sem ficar presa num personagem. Pode também usar fotos do aniversariante mesclada com balões para embelezar os ambientes. Bom, resumindo, você tem que pensar na decoração da mesa, entrada e os ambientes onde vão ficar os convidados. Nos ambientes e entrada que tal balões coloridos? É uma opção bonita e barata. Fui numa festa que a mãe pendurou mini sanduíches em balões de gás. A criançada pirou. Aqui vai um fornecedores de balões de gás e metalizados:
Cenário Balões, Flexmetal, Armazém dos Balões e Flutua Brasil.

A mesa do bolo:
É o que dá mais trabalho. Exige um certo talento criativo. Você fazer você mesma comprando os itens numa loja especializada como a
Rica Festa e o Palácio dos Enfeites. Ou se você não tiver com vontade de pensar nisso, existem empresas de aluguel de mesas prontas. Aqui vão algumas:
Cambalhota, Fabrika de Festas, Viva Festa, Vivo Desejo, Chiara Marcelli, Baby Fagundes, Sonhos & Fantasias, Mariza Quintana,

Muitas dessas empresas oferecem serviço completo de decoração. Mas é preciso analisar o custo benefício. Às vezes é melhor ficar só com a mesa mesmo.

Recreação e brinquedos:
Não é obrigatório, mas se não tiver nada para fazer as crianças vão ficar correndo por todos os lados derrubando tudo. Em outras palavras, proteja seu patrimônio. O mais comum é alugar brinquedos ou contratar uma recreação. No caso de alugar alguns brinquedos, primeiro veja qual é a idade da maioria das crianças convidadas. Se forem menores de 2 anos, uma piscina de bolinha com escorregador é tudo que elas precisam. Se forem maiores pode ser um uma cama elástica (precisa de supervisão), um ou brinquedão inflável. Se você tiver um espaço que possa sujar, monte mesinhas com massinhas e ferramentinhas que agrada bastante. Esses itens você compra na
Kalunga. Prefira as massinhas mais macias. São um pouco mais caras, mas vale a pena. Uma boa marca é a marca Uti Guti.

Para alugar brinquedos para festa clique
aqui.

A Recreação só agrada crianças a partir de 3 anos, antes disso elas ficam ressabiadas e algumas têm medo. Gosto bastante dos
Curumins. Outra indicação legal é o Mágico Anthony. Meu filho que não gosta de teatrinho ficou sentado do começo ao fim dando gargalhada. Com truques e piadas simples ele sabe como conquistar a garotada. Para outras opções clique aqui.

A musica:
Festa sem música não dá. É a alma da festa. Se a festa for em casa é preciso ver se existem equipamentos necessários para tocar os CDs. Se não, é preciso providenciar. A seleção musical depende do mix de convidado. Se a maioria for adulta e bebes não há necessidade de musicas infantis. O ideal é gravar um CD ou mais com todas as musicas e deixar rolar. Ligar um ipod numa caixa de som também é tranqüilidade de não se preocupar em trocar o CD. Se quiser fazer uma seleção de acordo com o tema da festa é legal. Na última do meu filho, a pedido dele, só tocou Rock and Roll, No ano passado o tema era praia e só tocou Surf Music.

As lembrancinhas:
É uma tradição. As crianças já acostumaram a sair da festa levando uma coisinha. O mais prático é achar alguma coisa que sirva para agradar meninos e meninas de todas as idades. São infinitas as opções. Você pode encomendar ou fazer você mesma numa visitinha a Rua 25 de maço. Para não ter erro o melhor é produzir cinco a mais do que o número de crianças caso apareçam convidados surpresas.
Aqui vão alguns fornecedores.
Tinoca
Cartes D’Art
Gibis Personalizados
Kits & Cards
Nome na Hora
HB brindes
Animada Trupe
Funny Gift
Art Design
Arte na Infância
Atelier de Lembranças
Surprise Lembrancinhas
Gira Gira Brindes
Jennifer Bresser
Ballon Kids

Minha querida leitora Patrícia indicou também a
Mindy Presentes. Vejam se vocês aprovam.

Se você quiser uma lembrancinha diferente, feita só para a festa do seu filho fale com as meninas da
Dreams Arquitetura de Idéias que elas criam para você.

Os convites:
Para as crianças é bom ter uma versão impressa. Para os adultos vale a versão on line. Também pode ser encomendado ou feito em casa. Vai do bolso. As lojas de artigos para festa tb oferecem convites com temas variados. É uma opção prática e barata. Outra boa idéia é fazer convites com desenhos do aniversariante. Se quiser um convite exclusivo e elaborado lá vão alguns endereços:
Cards by paty
Cards D’Art
Cards and Co
Tinoca
Atelier de Lembranças
Santa Festa
Casa 08
Frick Sticker


No texto não esqueça de colocar no texto o dia da semana, o mapa de localização e o seu telefone.

As fotos:
É muito bom ter essa lembrança. Por isso, aconselho que você deixe isso por conta de um profissional. No dia tudo fica tão corrido que a gente esquece de registrar. Outra vantagem é ter fotos lindas para colocar no porta retrato. Gosto muito da fotografa que faz as festas do aniversário do meu filho ela se chama
Janine Zapata. Outras opções:
Bel Duarte, Solange Del Pozzo, Cris Albuquerque e Catia Herrera e Marcelo Vita



No buffet:


É como se você também fosse a convidada da festa. Você chega e está tudo pronto e vai embora deixando a bagunça. As desvantagens são: a falta de liberdade - todo aniversário é igual, e o preço é salgado. Uma festa não sai por menos de R$ 2.500,00. Isso num buffet pequeno. Se você for para um top de linha o preço passa dos R$ 4.000,00. Mas é ótimo não se preocupar com nada. Principalmente para quem trabalha muito. Apesar de tudo ser muito “engessado” dá para ter uma certa flexibilidade. Você pode fazer os convites e dispensar os do buffet e também pode levar os CDs que seu filho gosta.

Você pode escolher entre 12 às 16h ou 18 às 22h. Com variações de 12:30 às 16:30 ou 18:30 às 22:30. Ou de 13h às 15h ou 19hs às 23hs. O pacote geralmente é de 4 horas para 50 pessoas e inclui: convites, aluguel do espaço, o monitores, a comida (salgadinhos e doces), a bebida não alcoólica e a decoração da mesa com tema. Alguns também incluem o almoço ou jantar (uma massa simples com salada) e o estacionamento com os manobristas.
Os opcionais geralmente são:
· Bebidas alcoólicas
· Decorações mais elaboradas
· Lembrancinhas
· Opções de almoço
· Fotos e vídeo
· Teatrinho e outras recreações

Todos os itens opcionais pode ser contratados com outros fornecedores que não o buffet. Aconselho levar as bebidas alcoólicas que sai bem mais em conta.

As pessoas a mais são cobradas e o cada lugar tem um preço. Se a sua lista e maior que 50 pessoas o melhor é acertar antes um preço mais barato para as pessoas excedentes. Na maioria dos buffets as crianças só contam a partir de 5 anos.

Faça a sua lista e leve em conta que 30% do total de pessoas geralmente não comparecem.

Como conseguir um preço melhor.
Antes de sair fazendo uma peregrinação de buffet em buffet, faça um orçamento on-line no site de cada um. Quase todos têm esse serviço. Se não tiver mande um e-mail pedindo um orçamento. Informe quantas pessoas têm na sua lista, quais as opções de data e horários que você deseja fazer a festa e se deseja algum serviço extra.

Com esse orçamento na mão você pode fazer uma seleção menor e visitar apenas o que te interessou mais. Além disso, se você se encantar com algum buffet e o preço não for o melhor, leve os outros orçamento para ver se você consegue uma melhor negociação.

Outra dica para economizar é fechar a festa com antecedência. Além de você garantir a data escolhida, muitos buffets deixam pagar até a data da festa. Por exemplo: se você fechar a festa 10 meses antes do aniversário poderá pagar em 10 vezes ou mais. Outra prática comum entre os buffets é mudar a tabela na virada do ano. Por isso se a festa do seu filho é em fevereiro não deixe para fechar em janeiro, faça no ano anterior para pegar a tabela antiga.

Festas de segunda a quinta têm o preço melhor que no fim-de-semana.

Sugira algumas trocas no pacote. Não suporto mesas de balas. Sempre que o pacote inclui esse item, peço para trocar por um almoço melhor, com uma massa recheada, por exemplo.

O buffet ideal deve ter ar condicionado, gerador próprio, comida de qualidade, espaço e brinquedos adequados à idade da maioria do convidados. Isso eu estou falando de crianças e adultos. Se forem muitos adultos devem ter mesas suficientes para acomodar a todos. Se as crianças forem pequenas o espaço dos pais deve ser bem perto dos brinquedos para que eles ver os filhos. O ideal é um espaço único, sem cantos e andares com um lugar para trocar a fralda com conforto. Em relação aos brinquedos é bom ter uma piscina de bolinha, carrossel, escorregador pequeno. Alguns buffets tem espaço baby. Se as crianças forem maiores, tem que ter cama elástica, brinquedão com escorregador de tubo e espaço para correr. A comida é importante. Salgadinho gorduroso dá azia na certa. Todos os buffet devem deixar experimentar a comida. Alguns oferecem espontaneamente. Do contrario peça para fazer uma degustação. Você tem todo o direito.

O buffet providencia quase tudo. O que você vai ter que providenciar são apenas as lembrancinhas e as fotos. É bom também escolher a trilha sonora porque as dos buffets são sofríveis. Gosto também de fazer o convite, o do buffet é muito impessoal. Veja a lista de profissionais acima no texto da festa em casa.

Fiz uma seleção dos buffets que eu mais gosto. Mas isso é muito pessoal. Você pode ter uma opinião diferente. Por isso, o melhor é adquirir uma a Revista Festas que é distribuída gratuitamente na Ri Happy e PB kids. Lá tem anúncios de buffets com fotos que pode te ajudar a encontrar um ideal.

Lá vai minha lista:

Espaço Pindorama
O espaço é lindo. O teto é retrátil deixando tudo ao ar livre em dias de sol. Os brinquedos são de madeira deixando tudo com cara de infância a moda antiga. Tem tirolesa, casinha de boneca, quadra de futebol e brinquedão. Também têm oficina de artes entre outras atrações. O cardápio também têm itens alternativos: caudinho de feijão, doces brasileiros e frutas no palito. O porém, o preço: bem capitalista.

Magic Blue
É um dos melhores buffets de Moema. A comida é ótima e os brinquedos também. O espaço é legal, mas tem muitas divisórias. Bom para quem quer mesmo dividir os adultos das crianças.

Mega Party
Faz parte dos grupo dos melhores buffets da cidade. Tem duas unidades: Itaim e Higienópolis. A do Itaim é menor. A comida é de boa qualidade e costuma estar atualizado em relação aos brinquedos da moda.

Sonho a Mais
Famoso buffet da zona Leste recentemente abriu um filial em Higienópolis. Nunca fui, mas é famoso.

Funny Days
Uma graça. O espaço é lindo e os brinquedos são ótimos, tem até uma mini montanha russa. E tem também uma sala isolada para os pais tipo um jardim de inverno.

Billy Willy
Um dos maiores e mais caros buffets da cidade. Decorado pelo João Armentano, tem mais ou menos 1.000m2.

Boomerang
Um dos remanescentes da Av Cidade jardim.Tem um brinquedão grande, a comida é boa, mas o espaço é muito dividido.

Casa Tupiniquim
Outro na linha alternativo. Fica na Vila Madalena. Este é menor e mais barato que o Pindorama.

Fantastic House
Enorme e com brinquedos bem legais, tem até carrinho de bate-bate. Porém o ambiente é bem simples. O serviço precisa melhorar, mas o preço é bem razoável.

Jurassic Place
Nem suntuoso, nem simples demais. Tem o básico: comida boa, brinquedão e alguns brinquedos eletrônicos. O preço é muito bom

Magia e Cia
Bem bonitinho. O espaço é um só e os pais podem ver as crianças da mesas. Bom para festa de 1 a 3 anos. A comida é uma das melhores, o serviço é atencioso e o preço é ótimo. Já fiz três festas lá.

Magic Box
Um dos melhores custo-benefício da cidade. Bom para crianças pequenas. Faltam atrações para as maiores.

Magic Place
Tem tudo o que os outros têm: brinquedos da moda e comida gostosa. O espaço é grande e com o preço do mesmo tamanho.

Mago Ra-tim-boom
Bem legal. O espaço é grande, brinquedos atuais e o preço é médio.

Peekaboo
Há alguns anos atrás era uma dos mais famosos da cidade. Anda meio esquecido mas ainda é muito bom.

Planet Mundi
O buffet dos ricos e famosos. Tem tudo e mais um pouco. Decorado pelo Roberto Migoto. Tem trem fantasma, carrinho de bate-bate e o maior brinquedão que você já viu.

Reino Mágico
Espaço grande e bom para crianças maiores. Tem arvorismo, tiroleza e vários brinquedões

Rok-Kids
Espaço bom, comida boa e preço bom. Meu filho é já foi a muitas festas lá. Sempre estava bom.

Traquinagem
Muito bom. O espaço é grande e bem distribuído. Tem ótimos brinquedos.

Tropical Kids
Outra boa opção em Moema.

Anarkiapark
Espaço grande. A sala dos pais fica em cima.

Mega Circus
Foi onde fiz a última festa do meu filho. Recomendo, estava tudo ótimo. Ao monitores são muito legais e o preço é um dos melhores nessa categoria.

Mundo Encantado
Mais um em Moema. Bom preço.

Comics
O pé direito alto deixa o espaço bem arejado e claro. Tem um bom mix de brinquedos. A comida e o serviços são excelentes.

Splash Blue
Outro na lista dos 10 mais. Muito grande. Bom para festa com mais de 100 pessoas.

Fun Club
Recém inaugurado, acho que a tinta ainda está secando. Acabei de fechar lá a festa do ano que vem do meu filho. É dos mesmos donos do Mega Circus. 



Pura Folia A leitora Luciana mandou essa dica. Veja o que ela comentou:
"Eu adoro o Pura Folia, o serviço e a comida são ótimos, os monitores pró ativos e muito animados, os brinquedos são sempre atualizados e tem um ótimo espaço. Me incomoda um pouco as divisões entre area de brinquedos e sala dos pais, mas na festa da minha filha peço para colocar as mesas no salão maior e fica ótimo"


Além disso, tem esses que eu nunca fui, mas parecem interessantes:
Magis Tower
Bugui Ugui
Eco Party
Banana Power
Casa Amarela
Rox Pop
Happy Mania
Mini Land



Não conheço muitos buffets na zona norte e na zona sul. Se você conhece, mande essa dica pra que eu possa dividir com as leitoras.

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Devidamente Clonados


Qual mãe não quer guardar uma recordação da primeira infância de seu filho? Ok, isso inclui juntar cachinhos de cabelo, sapatinhos e roupinhas de uma fase muito especial para os pais. Mas há uma vertente de procriadores no mercado que vem optando por uma estranha forma de “cristalização” da imagem do filho: o reborn, que nada mais é do que reproduzir em bonecos a fisionomia exata (ou quase) dos bebês.

Talvez você leitora queira saber mais, mas recomendamos cautela às pessoas mais sensíveis aos detalhes. Pode parecer bizarro. Os bonecos são feitos a partir de um molde único, mas ganham detalhes na fisionomia baseados em fotos do bebê original. E ainda podem ter o mesmo DNA da mãe, já que os fios de cabelo utilizados podem ser dela mesma (ou do filho, então já crescido o bastante pra entender de que vai conviver com um clone plastificado no armário).

Quer mais? São feitos em vinil ou silicone importado dos EUA e da Europa e pintados com tinta especial. Levam olhos idênticos à próteses humanas, perucas ou fios de cabelo implantados um a um, uso de fixadores para as unhas e para a lateral da boca, areia ou pequenas pedrinhas para simular o peso de uma criança real. Isso sem falar que sobrancelhas, bochechas, cor e textura da pele e até pequenas veias aparentes no rosto e corpo de bebês que estão também nos bebês que não crescem. Um luxo!
Não há dúvidas de que se trata de uma obra quase científica, tão rebuscado em pormenores é o trabalho.

Ao olhar com mais atenção as fotos, pode ficar a sensação de que se está diante de um casting para uma continuação do thriller “Brinquedo Assassino”, mas isso foi uma impressão muito pessoal das editoras que vos falam.

Pra quem se interessar, uma das dollmakers é a médica Dra. Mírley Brandão Machado, que garante que o processo é mesmo como o de uma obra de arte. Cada bebê pode ser vendido de R$900,00 até 3000,00.
http://www.mirley.multiply.com/photos

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

A festa de 1 ano.


A primeira festa de aniversário da vida é muito diferente de todas as outras. E o principal motivo é porque o aniversariante não tem consciência do que está acontecendo. Diante disso, o que fazer? Não comemorar? É um marco na vida muito importante para passar em branco. Fazer apenas um bolinho para a família? Até não é má idéia, mas confesso que não consegui ser tão comedida assim. Fiz uma festa mesmo. Com comidinhas, decoração e tudo que eu tinha direito. Não se culpe se você quiser fazer o mesmo. Ficamos tão encantadas com nossos filhos que o aniversário é uma ótima chance de comemorar toda essa alegria. Mas tenha consciência que a festa é mais sua do que dele. Partindo desse princípio aqui vão algumas dicas:



  • Lembre-se de que o aniversariante é um bebê. Independente de onde vai ser a festa, em casa, no buffet, na casa da sogra ou no salão de festa, ele precisa de um lugar sossegado para tirar um cochilo ou se acalmar. É normal seu filho se assustar com o barulho ou o excesso de beijos e abraços.

  • Não exagere. Deixe a superprodução para quando seu bebê souber o que estão comemorando. E quando tiver como convidados seus próprios amigos e não só os primos e os filhos dos seus amigos.

  • Se quiser escolher um tema, escolha um neutro como cores, circo, fazenda ou música. Deixe os personagens para quando o aniversariante puder escolher, assim você não queima opções.

  • Deixe alguém responsável por tirar muitas fotos ou contrate um fotógrafo. Seu filho pode não lembrar da festa, mas vai adorar mais tarde ver as fotos do seu primeiro aniversário. Só não assuma essa função porque você vai ter centena de outras tarefas.

  • Se for fazer em casa, não tente fazer tudo sozinha. Às vezes o barato sai caro e se você não tem prática em organizar festas contrate alguns profissionais ou reúna pessoas da família para uma força tarefa.

No próximo post vou falar das vantagens e desvantagens da festa em casa ou no buffet.

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Cabeleireiro ou santo?


Meu filho quando era menor tinha pavor de cortar o cabelo: urrava, parecia que estávamos arrancando as unhas dele com alicate. Agora que ele já tem 5 anos melhorou um pouco, mas o Reinaldo, cabeleireiro dele desde bebê, teve muita paciência.

Você pode ter a sorte de ter um filho que fique com a cabeça parada enquanto vê uma tesoura se aproxima da cabeça dele. Mas é pouco provável. No caso das meninas é outra história, elas nascem com o chip da peruagem e ir ao cabeleireiro é uma diversão. Mas mesmo assim, quando são muito pequenas, podem dar trabalho. É por isso que existem profissionais e estabelecimentos especializados em corte infantil.
Aqui vão alguns endereços:

NickName
Rua Dr. Melo Alves, 397
Jardins
Tel.: (11) 3063-2993
http://www.nickname.com.br/default.asp?code=18

Glitzmania
Shopping Villa Lobos:
Alto de Pinheiros
Tel.: (11) 3024-3839
http://www.glitzmania.com.br/

Giacomo Cabeleireiro
Marginal do Pinheiros, 16741 (Extra Morumbi)
Tel.: (11) 3758-7253
http://www.giacomocabeleireiro.com.br/
http://www.redepiazito.com.br/

Guto Studio Hair
(não é especializado mas tem o santo Reinaldo)
R. Jesuíno Arruda, 506/504
Tel.: (11) 3071 0793

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Bolsa para gente grande.






Um dos acessórios indispensáveis para quem tem um bebê é uma bolsa grande com trocador. É um item muito fácil de achar, qualquer loja de artigos para bebê tem. Mas porque os fabricantes fazem bolsas com motivos infantis? Ursinhos, borboletas? De piquet com bordadinhos? Combinando com o edredom do berço? Como as pessoas vão saber? Afinal, quem é que carrega a bolsa? O bebê? Será que ninguém parou para pensar nisso? Desculpem o discurso inflado, mas é que eu não agüento ver uma mãe toda moderna, bem vestida atracada numa bolsa reluzente com coelhinhos patinadores. Bom, pelo menos têm gente que pensa como eu. Poucos, mas já é melhor do que ninguém. Quem tem o desejo simples de encontrar uma bolsa para carregar as tralhas do bebê que seja prática, discreta e para adultos pelo menos têm três bons endereços. O primeiro deles é o Bb Trends. Uma loja na badalada Gabriel Monteiro da Silva que além de bolsa de passeios muito legais tem outros itens para mães mais modernas. O preço não é nada camarada. Mas é o que se paga para não sair por aí com um trambolho temático. Outra opção muito mais econômica é a Expecting Bag. Simples, preta e funcional. Está à venda pelo site. Se o seu estilo é mais esportivo pode optar por uma da bolsa da coleção Baby Bag da Kipling. Caso você conheça outras opções, escreva pra mim. Toda mãe tem o direito de ir e vir com o mínimo de dignidade.

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Haja Presente!





Quem tem filho na escola sabe que quase toda semana tem uma festinha de aniversario. As vezes, até duas. E quem vai a festa, tem de levar presente. Um ou dois por semana, faça as contas de quantos por mês. Estou vivendo bem essa fase. Meu filho tem uma vida social muito mais intensa que a minha. Vira e mexe, eu vou a busca de um presentinho na hora do almoço. Algumas pessoas vão a lugares de comercio popular como a 25 de março e fazem um estoque de presentes. Não condeno, mas sempre me coloco no lugar da outra mãe. É muito comum ganhar presentes repetidos ou simplesmente o aniversariante não gostar do que ganhou. E aí? E se não der para trocar? Não gosto da idéia do meu presente virar um “mico” para o presenteado. Também não gosto de gastar rios de dinheiro em presente. Aí começa o dilema: como gastar pouco e impressionar muito? Gosto de dar livros e DVDs. As crianças gostam, os pais também. Não ocupam muito espaço (muito importante levando em conta os apartamentos de hoje) e custam menos de R$ 50,00. Hoje estava mais uma vez procurando um presente na Livraria Cultura do Shopping Villa Lobos e achei opções bem legais que vou dividir com vocês. Existe uma marca de livros de atividades chamada Klutz. Eles são um tipo de livro-brinquedo que estimulam a criatividade e dão alguns minutos de paz aos pais. A Livraria Cultura importa esses livros e por um preço amigo. Existem várias opções na faixa dos R$ 30,00. Tem também mais caro caso você queira dar uma coisa mais especial. Selecionei alguns exemplos.

Foam Gliders
Um livro de aviões de papel. Vem com modelos para montar, adesivos para decorar, biqueiras e pesinhos para aprimorar o vôo. Ideal para a partir de 4 anos.

Window Art
Preço - Livraria Cultura: R$ 69,90
Um livro para produzir vitrais. Ele vem com imagens que servem de modelo e cores diferentes de uma cola especial que quando seca assume uma textura emborrachada pode ser reposicionada no vidro ou espelho.

Paper Fashions
Preço - Livraria Cultura R$ 52,47
As meninas vão adorar fazer roupinhas de papel. Ensina a fabricar os modelos e propõe brincadeiras. Vem com os papeis, mini cabides, fitinha, botões e outros acessórios.

Se você quiser conhecer as outras opções acesse o
site da Livraria Cultura.

Os Gringos Têm Boas Idéias 2.







De cima para baixo:

Babykeeper
Uma espécie de canguru com 3 funções: carregar o bebê livrando as suas mãos, prender o bebê no carrinho de supermercado e pendurar o bebê enquanto você faz xixi em banheiros públicos. Se funciona? Aí, eu já não sei.

The Cushie Traveler™
Quando seu bebê começa a usar o banheiro conseqüentemente ele também vai ter que usar banheiros públicos. Essa almofadinha além de ser confortável para sentar, minimiza o contato com o vaso. Ela se dobra toda, vem com uma capa especial e cabe em qualquer bolsa. Além de ser lavável.

Walking Wings
Quem já passou pela faze dos primeiros passos se lembra da dor nas costas. Esse acessório permite que você forneça apoio para o bebê sem precisar abaixar.

Swiss Strolli Rider
Agora seu filho mais velho não vai ficar mais com ciúmes. Ela vai poder participar dos passeios com essa mini bicicleta acoplada ao carrinho de bebê.

Crib Spacer
Uma divisória acolchoada para os gêmeos pequenos dormirem juntos no mesmo berço sem um acordar o outro.

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Entre em forma durante e depois da gravidez.



Controlar a comilança durante a gravidez e perder o peso extra depois do parto não é mole não. Por isso, além de fechar a boca, fazer exercício físico ajuda bastante. Se o seu médico liberou atividade física, faça. Além de te deixar mais disposta, alguns exercícios preparam para você ter um parto menos dolorido. Prefira os mais leves e de baixo impacto como a caminhada. Outra boa sugestão é a hidroginástica. Minha amiga Andrea está grávida de cinco meses e freqüenta as aulas na academia Gustavo Borges, três vezes por semana. Segundo ela, os professores são especializados, as aulas têm horários descentes pra as mães que trabalham e o preço é muito bom: em torno de R$ 200,00. Existem também aulas de hidroginástica para gestantes na Fórmula, na Maternidade Santa Joana, na Reebok Spots Club, na Acqua Brasil, na Mori e na Movere.

Já para o pós-parto o melhor é investir em exercícios que proporcionem bastante gasto calórico. Estou tentando me livrar de alguns pesos que não me pertencem desde que meu filho nasceu. Há dois anos me inscrevi num grupo de corrida e estou adorando. Ar livre, gente bonita, professores bem treinados, competições nos finais de semana...acho que já estou viciada. A corrida para mim antes era uma coisa inimaginável, eu pensava “não nasci pra isso” mas os quilinhos a mais me convenceram. Está enganado quem acha que corrida é só pra quem tem pré -disposição. Que nada! Qualquer um pode correr. A gente começa caminhando e aos poucos vai trotando e quando você vê, já está correndo 3, 5, 8, 10km. Meu grupo de corrida se chama
MPR – Marcos Paulo Reis Assessoria Esportiva, mas ele não é o único. Aqui vão mais alguns: Trilopez, 4anyone, AçãoTotal, Run&Fun. No site da Corpore você ainda encontra mais opções.Se você quiser começar a correr visite os grupos e agende uma aula teste. Mas antes, Atenção! Quem pretende fazer qualquer exercício deve procurar um médico para que ele avalie a sua condição física, prescreva exames para você começar a ganhar saúde com saúde.

Outras modalidades interessantes são o Spinning, o Aeroboxe, Power jump que estão presentes na maioria das academias. Na
Rebook Sports Club têm até um programa Pós Parto pensado especialmente para ajudar você voltar como era antes.

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Expecting Kit








Um dos dilemas da gestação é encontrar roupas que vistam bem, sejam confortáveis e ainda sigam o seu estilo. É verdade que hoje em dia essa missão ficou muito mais fácil do que no tempo da sua mãe. Já existem lojas especializadas com peças modernas longe do visual jardineira com laço nas costas.
Uma ótima idéia é o Expecting Kit. São 4 peças básicas e confortáveis: uma calça, uma blusa, um vestido e uma saia. Você pode escolher entre duas opções de tecido: O Kit Fashion é de crepe de malha (um pouco mais chique) e o Kit Basic é de Suplex® para ocasiões mais informais. Existe ainda além do preto, opções de cores – Azul Índigo e Kahki. Você pode também comprar as peças separadas, além de outros modelos fora do kit. Aproveite que o Kit Basic Verão está em promoção de R$ 343,00 por R$ 273. Você pode comprar pelo site ou visitar uma das lojas indicadas.

Os Gringos Têm Boas Idéias 1







De cima para baixo.

1-
Kaboost - Para crianças a partir de 20 meses. Adaptável a qualquer cadeira da sua casa. Tem 3 opções de cores.

2-
Squirt - Uma colher da criativa marca Boon. Ela têm um com compartimento dentro para o alimento. O bebe aperta e a comida sai.

3-
Catch Bowl Mais um produto Boon. Um prato com uma aba mais comprida e flexível para a comida não se espalhar para todos os lados sem tirar a liberdade da criança. Ele também tem ventanas no fundo para fixação na mesa.

4- Culla Belly -
Bercinho móvel para acoplar na cama de casal. Dos designers italianos Manuela Busetti e Andrea Gariuti. Ele ganhou o prêmio Playing Design's International Design Competition.

5-
In the Pocket Baby - Uma espécie de saco-cinto de segurança para que o bebê possa ficar sentado en qualquer cadeira. O site está em sueco, mas você pode mudar para Inglês.

terça-feira, 18 de setembro de 2007

Super carrinhos






Investir num bom carrinho e fazer o seu bebê se acostumar a andar nele é o primeiro passo para você conseguir ter uma vida próxima da que você tinha antes de ter filhos. Além de fazer com que você não precise carregar seu bebê no colo, o carrinho também carrega tralhas e é uma caminha ambulante para seu bebê dormir onde vocês estiverem. Enfim, é o seu passaporte para sair de casa. Quando meu filho Andre nasceu, a madrinha dele nos presenteou com o mais moderno dos carrinhos. Sou grata até hoje. Com ele o Andre dormia em qualquer lugar. Fomos a churrascos na casa dos amigos, passeamos em parques, fomos a restaurantes, viajamos e tudo isso sem estresse, graças ao santo carrinho. Ele ainda não foi aposentado. Apesar do Andre já ser um lindo garotinho de 5 anos, na nossa última viagem, levamos o carrinho e, como sempre, ele foi fundamental.

Hoje já está lojas uma nova geração de super carrinhos. Eles só faltam falar. Estão mais leves, mais duráveis, mais fáceis de abrir e fechar e como não poderiam deixar de ser, muito mais caros. Se você tem a possibilidade de trazer um carrinho dos EUA ou Europa, excelente! Você vai fazer um ótimo negócio. Só para você ter uma idéia o carrinho modelo C1 da Chicco (ótima escolha) custa R$ 1.299,00 no site das lojas americanas
www.americanas.com.br e no site da Amazon www.amazon.com custa U$ 179,95 aproximadamente R$ 359,00. Muito menos da metade do preço.

Os meus carrinhos prediletos que você encontra no Brasil são: o C1 da Chicco, o P3 da Peg Pèrego, e o Maclaren Quest. Todos eles são do tipo guarda-chuva, leves, cabem em quase todos os porta malas e têm inclinação total para o bebê dormir. O modelo da Chicco leva vantagem pela sua assistência técnica. Tudo pode der trocado, do estofado as rodas, assim se você tiver outro filho pode deixar o carrinho como novo. Além disso, se o seu carrinho der algum problema no período se 6 meses eles trocam por um novinho. Aconteceu comigo, achei incrível.
Você pode encontrar estes carrinhos na Petit Bebe
, na Alo Bebe, na Eco Baby, na Best Baby, na BB Trends e o da Chicco também nas lojas próprias da Chicco. Algumas lojas acima também vendem pela internet. Outras opções na rede são: Abra Cadabra, TudoParaBebe, Americanas.com, Kidmaisnet, Toy Mania, Compra Fácil e Submarino.

Lá fora tem mais opções. O carrinho do momento é o Micralite Toro
, com um design incrível e um peso pena. Já é o queridinho das celebridades. Minha humilde pessoa nunca viu um de perto. Pela foto não sei se ele permite que o bebê maior durma. Mais que ele impressiona, não tem como negar.
É claro que o mundo dos carrinhos não se restringe a modelos incríveis, importados e caríssimos. Em breve pretendo fazer um post sobre os achados nacionais. Aguardem.

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

O babador não é só para hora de comer.





Quando nasce os primeiros dentinhos do bebê, ele começa a babar sem parar. Nessa hora, haja roupa. Quando isso aconteceu com o meu filho, uma amiga trouxe dos Estados Unidos uns conjuntinhos de body e babadores avulsos presos com botão de pressão. Uma idéia simples, mas me poupou o trabalho enorme. Quando o babador ficava molhado trocava por outro sequinho. Nunca encontrei esses conjuntos aqui no Brasil, mas dá para adaptar a idéia. Compre babadores que combinen com camisetinhas formando conjuntos. Para cada camiseta compre 3 babadores. Bons lugares para encontrar babadores bonitinhos:

Bebê Básico:

Shopping Villa Lobos, ALTO DE PINHEIROS Av. Nações Unidas, 4.7777, Espaço Básico lj.05Tel: 11 3024 3990 Morumbi Shopping, MORUMBI Av. Roque Petroni Jr, 1089, lj.208 piso superiorTel: 11 5189 4606


Bebê moderno:

Rua Dr. Andrade Pertence, 179 - travessa da Avenida Santo Amaro, perto do hospital Santa Paula tel. (11) 3846 1664 ou 3849-0223 Horário de funcionamento: Segunda a Sexta das 09:00 às 18:00 e Sábados das 10:00 às 14:00.

Sbogodof:

Al dos Jurupis, 1739 - Moema Tel. (11) 5092-2633
Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 235 – Jardins
Tel.: (11) 3377-9200

Lingerie para durante a gravidez






Cada mãe lida com a gravidez de uma maneira diferente. Algumas acham que se trata de uma fase mágica, nunca se sentiram tão bonitas. Outras que não consegue entender como alguém pode sentir saudades da barriga. Acho que me encaixo nesse segundo grupo. Percepções à parte, uma das melhores maneiras de tornar a sua gravidez e o pós-parto mais agradáveis é acertar na lingerie. Uma boa sustentação nos seios e uma calcinha adequada podem também pode ajudar a evitar dores e cansaço. Existem várias marcas como a Liz , a My Lady, a Morisco, a Demillus, a Hope e a Pliè. Para acertar no modelo, escolha peças de tecido respirável e experimente com calma. Se a loja não permitir, compre apenas uma peça de cada e use por um dia inteiro. Se você se der bem com o modelo volte e compre mais peças.
Gosto de duas lojas por causa do preço e da variedade. Se você tiver disposição de ir até a 25 de março vá ao Depósito de Meias São Jorge. Loja 1-Rua 25 de Março, 485 - Tel.: (11) 3311-0844. Loja 2-Rua 25 de Março, 680 - Tel.: (11) 3311-7400. Prefiro a loja 2 que é menos cheia. Se não quiser ir até lá compre pelo site
. A outra loja é a Nikko, Alameda dos Maracatins, 1023. Tel. 5041-9899.


Outras opções mais manjadas são as Lojas Americanas e a Casa das Calcinhas. Nessas duas lojas você também pode comprar pelo site.
Mas, se você não está pensando no preço e o seu negócio é conforto, vá até a Jogê, nos melhores shoppings da cidade.
Na loja de moda gestante Zazou você também encontra lingerie gestante da marca Liz. Se você passar por lá não deixe também de conferir os Jeans.

Faça sua planta na Internet





Eu e a Ana recomendamos em nosso livro que as mães façam uma planta do quarto do bebê antes de começar a decoração. É o melhor jeito de não comprar móveis de dimensões erradas. Se você fala inglês, essa tarefa ficou ainda mais fácil. É só entrar no site Floor Planner, fazer o registro grátis e começar a montar a sua planta. Você pode brincar mudando os móveis de lugar e até utilizar uma foto do quarto para ter uma melhor idéia de como vai ficar.

Outro site semelhante é o Design My Room. Este é mais focado na decoração. Você pode compartilhar o seu projeto com outras pessoas e se inspirar em projetos de arquitetos famosos.

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Idéias para paredes








Depois que publiquei o livro "Bagagem para Mãe de Primeira Viagem" achei que estava tudo lá. Quem tivesse uma dúvida sobre o universo de compras de bebê não teria mais ao final do nove capítulos. Tolinha! Muito mais produtos foram criados desde então principalmente no capítulo decoração.

Hoje falei com uma amiga no telefone (beijinho, queridinha!) que está gravidíssima. Ela queria uma dica para terminar a decoração do quarto da sua pimpolha. Ela não sabia o que fazer com as paredes.

O dilema dela é comum: ela quer uma coisa que possa mudar de acordo com o crescimento da criança e que não seja muito cara. Sugeri um adesivo de parede. Acho uma boa idéia porque o investimento fica em torno de uns R$ 250,00 reais e se enjoar, é só desgrudar. Passei pra ela alguns endereços que repasso para vocês:

Lá vai: