quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Etiquetadora


Já cansei de me desculpar pela falta de posts. Vocês sabem dos meus motivos. Então vamos direto ao assunto. Lembrei que nunca falei pra vocês sobre a minha etiquetadora querida (mais conhecida também como rotulador/a). Acho que toda mãe deveria ter uma para chamar de sua. Etiqueto tudo: gavetas, caixas, livros, pastas... Adoro ver tudo organizado. Mas sua verdadeira utilidade é etiquetar inúmeras vezes o material escolar do meu filho. Mãe de primeira viagem de um menino entrando no ensino fundamental achei que a “etiquetação” acontecia só no começo do ano. Ledo engano. Os caras tem o péssimo habito de perder tudo em uma semana. Já perdi a conta de quantos apontadores, borrachas, tesouras e réguas já tive que comprar. Fui na Kalunga e comprei tudo de balde. Ele vai perdendo e vou repondo. No começo sentia que estava “mimando” muito minha cria. Afinal ele ser responsável por cuidar das suas coisas. Mas conversei com a professora e ela me disse que acontece em 100% dos casos de pimpolhos do sexo masculino e ficar sem material é pior. Eles usam como desculpa para não fazer a tarefa. Então entrei na dança. Ontem repus pela 13232323167908 vez o jogo de lápis, borracha, régua, apontador, tesoura e cola. E é claro etiquetei tudo. Minha experiência me diz que coisas com nome tem uma chancezinha de voltar um dia.

Se você ainda não tem uma etiquetadora aqui vão algumas dicas:
·      Antes de escolher as sua máquina, dê uma sondada nos cartuchos. Algumas marcas tem mais diversidade de cartuchos: a prova d’água, coloridos, metálicos...Tem até um para ser colado em roupas.
·      Prefira com teclas maiores, mais fáceis de digitar.
·      Algumas tem muitas firulas que você nunca vai usar e custam muito mais caro.

Ah, esqueci de dizer onde compra. Na Kalunga tem com certeza. E acho que nas papelarias maiores também

Bj,
Tchau.

3 comentários:

dani disse...

essa maquininha é meu sonho dourado :)

Patrícia disse...

Oi ...Tenho dois meninos, o mais velhos está no segundo ano e perde tudo também... fico impressionada como perde lápis borracha...me identifiquei com seu post.
Também compro de pacote...
Os lápis de cor estou conseguindo controlar com o estojo que eu fiz. E já tive um monte de encomendas, porque pelo jeito é normal.
Adoro seu blog

Patrícia disse...

Ah, tenho uma DYMO, manual, meio chatinho de usar, nunca pensei em ter uma dessas.